fbpx
 em Gestão de Carreira, Orientação Profissional, Orientação Vocacional

[ 3 Dicas para Estudar melhor ] Para alguns, estudar faz parte das atividades obrigatórias da vida. Para outros, é uma oportunidade de crescimento e autodesenvolvimento. Seja qual for a situação, a boa notícia é que estudar pode tornar-se algo prazeroso – basta descobrir os seus talentos, interesses, habilidades, aptidões e assuntos que lhe interessam.

Especialistas apontam que o bom humor faz bem na hora dos estudos, ajudando na memorização e tornando o processo de aprendizado mais leve. Por outro lado, algumas pesquisas de caráter comportamental sinalizam que o mau humor pode ser prejudicial à saúde, pois as pessoas têm mais chances de desenvolver um estado de stress, além da perda de eficiência produtiva, baixo rendimento escolar, baixa concentração nos estudos e outros problemas físicos.

Neste sentido, o Processo de Orientação Profissional e de Carreira pode ajudar a jovens ou adultos a lidar com esta situação que, sobretudo, pode provocar aumento de ansiedade, incertezas e angústias às vésperas de exames para o início de uma vida acadêmica ou profissional. Conheça 3 dicas que poderão ajudar você a manter o bom humor, transformando o paradigma que “estudar é algo desagradável e obrigatório” para “estudar é a oportunidade de descobrir seus interesses e aptidões”.

1. Descubra o seu perfil de “como aprendo” e fortaleça os seus resultados

Conhecer e identificar seu estilo comportamental para a aprendizagem é uma grande dica para o seu autoconhecimento, e poderá influenciar a sua forma de estudar, inclusive no momento da escolha acadêmica/profissional.

Perfil lógico – aprendem bem através de textos que apresentem definições, esquemas, gráficos e demonstrações. Problemas que pedem soluções através da aplicação do raciocínio lógico, do tipo “quebra-cabeça”.

Perfil Reflexivo – os debates e discussões são as formas preferenciais dos reflexivos, onde tendem a buscar origens e explicações, confrontando ideias e hipóteses, sendo um bom recurso para ser utilizado em projetos estratégicos, desenvolvimento de novos produtos, novos serviços, novos empreendimentos etc.

Perfil sensitivo – as pesquisas de campo, as entrevistas com pessoas, trabalhos em grupo sem estrutura definida, questionamento do tipo “o que você pensa…?” são bons recursos de aprendizagem para os sensitivos. Mostrar o que pode desenvolver, suas implicações sociais e os impactos sobre as pessoas são uma forte fonte de motivação.

Perfil pragmático – aprendem bem por ensaio ou erro, quando os processos são bem práticos, do tipo instruções operacionais, “faça você mesmo”, “siga as instruções” etc. Simulações, jogos que envolvam rapidez de execução são bons métodos para desenvolver pragmatismo.

Saiba mais sobre os perfis comportamentais.

2. Sorria mais para vencer o estresse

A risada relaxa o corpo e a mente, promovendo uma sensação de bem-estar. As emoções refletem no seu desempenho. Por isso, dar risadas com mais frequência é uma arma poderosa para vencer o estresse e alcançar a saúde mental. O resultado positivo vem com a produtividade dos estudos, que aumenta consideravelmente. Pratique o bom humor diante das situações difíceis e diante dos imprevistos.

3. Esforce-se para ser organizado

Uma coisa influencia a outra. Se você se organiza melhor, a produção dos estudos ganha mais eficácia e é possível alcançar melhores resultados. Valorizar, de fato, o tempo dedicado ao aprendizado, fará com que você consiga aprender o mesmo conteúdo gastando metade do tempo que gastava, e isto promoverá um estado de bom humor. Portanto, crie um lugar para todas as coisas, não procrastine, desconecte-se das redes sociais no momento de estudos, faça listas de tarefas e revise-as sempre que for necessário.

4. Desenvolva prazer em estudar

Para muitos, ficar horas com os olhos voltados para os cadernos é uma verdadeira tortura. Profissionais da área de educação observam que boa parte dos alunos não sabe como estudar por conta própria e isso se torna motivo de aborrecimento. Descubra o seu jeito de estudar: assistir a filmes, vídeos, ler livros, discutir questões com amigos, compartilhar conhecimentos etc, podem ser boas formas de você absorver o conhecimento de que precisa.

Ao contrário do que se prega por aí, o estudo não é apenas uma atividade de memória e repetição. Na maioria dos conteúdos é preciso adotar uma postura mais crítica diante da temática abordada. Assista a programas de debates, que envolvam assuntos polêmicos e adquira seu próprio espírito crítico.

Diante desse cenário, o bom humor torna-se trunfo para se destacar nos processos seletivos de exames do Enem ou Vestibulares e, por que não, na carreira profissional.

Postagens Recomendadas

Deixe um Comentário

Carreira de sucesso