fbpx
 em Orientação Vocacional, Reorientação Profissional

COMO AJUDAR OS SEUS FILHOS NA ESCOLHA ACADÊMICA?

Na época em que antecede o exame do Enem e Vestibular, é comum  assistirmos às angústias de pais e filhos diante das dúvidas e incertezas da escolha do curso que irão escolher. De fato, é um momento crítico e angustiante, por isto é tão importante que os pais estejam atentos e abertos para auxiliá-los nesta importante travessia.

Identifique seus interesses, habilidades, gostos e aptidões.
Nesta fase, o seu filho adolescente está passando por uma fase de mudança do cérebro – o cérebro em desenvolvimento. Questões hormonais, aliadas a mudanças de comportamentos, tempestades emocionais, dúvidas, busca de riscos, crises entre familiares e amigos podem ser vistos como positivas, podendo significar que ele está em busca da sua identidade pessoal ou profissional, levando-o ao autoconhecimento.

Esteja atento ao seu desempenho acadêmico.
Acompanhe-o mais de perto, com professores, supervisores que o acompanham. Se preciso, ajude-o a estabelecer uma rotina de estudos. Nesta época é comum que eles sintam-se desmotivados para os estudos, por não saberem o que querem, o que gostam, o que não gostam. Entram numa fase de se comparar com os colegas, seja no desempenho escolar, seja quanto à escolha profissional/acadêmica. Enfim, uma eventual dissociação entre a vida acadêmica e a vida profissional pode causar-lhe uma desmotivação para os estudos.

Deixe-o sonhar por si mesmo.
É claro que os pais sonham o melhor para os seus filhos: o melhor curso, o melhor emprego, as melhores amizades, que façam as melhores escolhas, enfim, desde que nascem, já começam a projetar neles estes desejos para que sejam felizes. Para além dos seus interesses, a influência familiar é um dos aspectos de peso na escolha profissional dos jovens, No entanto, é preciso encontrar um ponto de equilíbrio para influenciar positivamente este jovem, sem deixar de considerar as suas aptidões, suas competências
e seus próprios sonhos. Ajude-o a entender a diferença entre o hobby e o trabalho.

Reforce as suas competências e suas habilidades.
Todas as pessoas apresentam um conjunto de características de personalidade que podem apontar para determinados estilos de como aprende, como funciona, como lida com o estresse em diferentes situações, enfim. No entanto, ainda que inconscientemente, alguns pais fazem comparações dos seus filhos com outros membros da família. Não o compare com outras pessoas e reforce o que há de melhor nele. Talvez
ele seja um pouco diferente do esperado por você, mas também traz muitas qualidades, habilidades e competências, mesmo que ainda não  identificadas.

Deixe-os fazerem e falarem por si mesmos.
Se vocês fazem ou falam por eles, isto poderá dificultar ou confundi-los na reflexão da escolha profissional/acadêmica. Às vezes, nem eles sabem ainda o que querem, embora tenham a certeza e que a experiências de vocês os ajudará e influenciará as suas escolhas e decisões. Lembrem-se que vocês são os maiores facilitadores neste processo, em quem irão confiar sempre e precisarão das suas orientações e conselhos. Deixe-o valer por si mesmo.

Postagens Recentes

Deixe um Comentário

como-lidar-com-a-adolescencia